PRECISAMOS FALAR SOBRE O DIA 8 DE MARÇO “DIA INTERNACIONAL DA MULHER”

Secretaria Municipal de Saúde 06/03/2019

R. Birth, Secretaria Municipal Saúde

6 de março 2019 – 10h

 

Todos os anos o Dia Internacional da Mulher impulsiona expressividade e projeção muito maiores que os dias habituais e cotidianos, devido à grande importância que a data comemorada traz sobre si em vários aspectos e enfoques.

Para muitos a data é ocasião ideal para dar flores e fazer homenagens às mulheres. Cabe lembrar que a comemoração não foi criada para o comércio.

 

Como tudo começou. Breve relato.

 

O Dia Internacional da Mulher teve a sua origem com a realização da grande passeata das mulheres ocorrida em 26 de fevereiro de 1909, em Nova Iorque, Estados Unidos da América, onde as mulheres que trabalhavam nas fábricas daquele país, bem como em alguns países da Europa passaram a reivindicar seus direitos quanto às condições de trabalho que eram muito piores do que as dos homens à época.

A passeata contou com aproximadamente 15 mil mulheres que pelas ruas marcharam em busca de melhores condições de trabalho, vez que chegavam a trabalhar até 16 horas por dia, inclusive aos domingos, e também aos baixos salários e condições insalubres em que trabalhavam.

No dia 25 de março de 1911, um grande incêndio na fábrica de confecção de camisa chamada “Triangle ShirtwaistCompany”, em Nova Iorque, encerrou o movimento vitimando 146 pessoas, sendo 125 mulheres e 21 homens. A grande maioria das mulheres vitimadas eram imigrantes judias e algumas delas jovens menores de 14 anos.

No ano de 1975 a Organização das Nações Unidas oficializou o chamado “Dia Internacional da Mulher” para celebrar as comemorações pelas conquistas, não somente no âmbito trabalhista, mas também no direito ao voto.

 

As comemorações

Em todo o mundo a data destinada ao “Dia Internacional da Mulher” é bastante comemorada, sendo feriado nacional em alguns países, como por exemplo, na Rússia, vez que a data também coincide com as manifestações contra a participação daquele país na Segunda Guerra Mundial e também pela derrubada do czar Nicolau II, marcando o início da Revolução Russa.

Nos Estados Unidos são realizadas durante todo o mês de março marchas das mulheres. Na China, o governo autoriza que as mulheres tenham nessa data meio dia de folga. Entretanto, nem todas as empresas cumprem ou seguem tal benefício.

No Brasil, a data é marcada por protestos, palestras, campanhas voltadas para a saúde física e mental das mulheres, passeatas com reivindicações sobre igualdade salarial, pedidos para a proteção contra a violência doméstica, assédio sexual e moral no ambiente de trabalho, feminicídio (o Brasil é o ocupa a 5ª posição em taxa de feminicídio no mundo, segundo a ONU), violência, criminalização do aborto e tantas outras questões que assombram e assustam as mulheres todos os dias.

 

Nem tudo são “flores”, mas...

Ainda que tenha havido conquistas para as mulheres no Brasil, nem tudo são flores para aquelas que lutam todos os dias para sustentarem suas famílias (Sim, são arrimos de famílias!), dar educação aos filhos, cabendo-lhes muitas vezes também dispensar o cuidado e proteção aos seus pais idosos, além de enfrentar o preconceito e administrar com serenidade (ainda que com dor, mágoa, desilusão) a reserva em uma grande parcela de ‘papéis coadjuvantes’ em virtude da cor, da beleza física (Beleza é algo tão relativo!), da religião, da situação socioeconômica, etc, etc, etc...

Mas, é sempre tempo de comemorar!!! Transformar as dificuldades em oportunidades! Tomar posse dos desafios e equacioná-los em resultados que somados os mesmos multipliquem-se. Afinal, competência não se cria. Já se nasce com ela. O segredo de vencer dia após dia é lutar e perseverar, mesmo diante dos obstáculos.

Parabéns, mulher! Pela bravura, coragem, luta, força e essência de ser única. Comemore o seu dia todos os dias. Celebre a vida. Sorria, pois és MULHER!!!

 

Imagens Relacionadas